A Academia Sporting Barrosa-Benavente vai arrancar em força para formar CAMPEÕES! Na Barrosa, em Benavente.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

A participação dos pais na evolução desportiva dos filhos

Não resistimos a publicar este texto, extremamente interessante e de conteúdo actual, que encontrámos no blog da nossa congénere EAS da Marinha Grande.

"Como os pais podem ajudar os seus filhos a crescer no meio do desporto

Já parou para pensar que o desporto é mais uma ferramenta na formação dos seus filhos?

Qual é a atitude que tem quando seu filho participa num jogo e em equipa?

Nas competições entre clubes é frequente ver os pais a animarem os seus filhos menores. Contudo, quando já são maiores, dificilmente e raramente encontramos os pais com a mesma atitude.

No inicio ainda se participa e incentivam os jogos dos filhos. Por que não continuar a fazer o mesmo quando eles crescem?

Alguns dizem para si mesmo “o meu filho fica envergonhado com minha presença”. Porém, não será isso apenas comodismo? Gostariamos apenas de evidenciar a importância da vossa presença na educação dos vossos filhos, principalmente na fase da adolescência.

Nas competições, é muito importante respeitar o trabalho do técnico ou do professor da equipa do seu filho e, mais ainda, do profissional da equipa adversária. Alguns pais - com boa vontade - acabam a agir de maneira desproporcional durante os jogos dos filhos. Gritam, ironizam, ofendem os adversários, árbitros e regras, fazem ainda comentários enaltecendo atitudes menos correctas, desmerecendo tudo à volta dos filhos...

Não seja causa de vergonha para o seu filho, nem perca a oportunidade de educá-lo.

Os jovens atletas às vezes ficam retraídos e extremamente nervosos na presença dos pais e isto ocorre somente quando os pais não têm uma postura adequada antes, durante e depois dos jogos. Por isso, é necessário:
- saber animar os companheiros do filho e não apenas o seu
- sorrir para ele, jamais gritar
- ser prudente nos comentários
- não criticar
- não fazer nunca comparações de nenhum tipo
- saber elogiar a melhora, ainda que pequena, do filho, mas não inventar ou anulá-lo;
- saber aceitar que às vezes o técnico pode deixar seu filho na reserva, sob decisão de entrar ou não no encontro devido a um comportamento ou atitude menos boa. Mas não é por isso que deixará de levá-lo à competição, principalmente porque desse modo ele aprenderá e crescerá como jogador e principalmente como pessoa.
- quando o técnico chamar a atenção do seu filho, lembre-se de que ele o está ajuda na sua educação.

Os pais devem desfrutar do momento com os filhos. Por isso, procure inteirar-se das regras do jogo, de estratégias e do “clima” do mesmo. Desta maneira, ajudará objectivamente a criança a evoluir.

Saber elogiar - Educar para o futuro
É importante para a educação do seu filho, saber elogiar a virtude dos amigos da mesma equipa e também da equipa adversária:
- “O Pedro jogou muito bem hoje”;
- “Gostei do esforço daquele menino”;
Quando necessário, há que saber mostrar-lhe seus pontos a melhorar, não deixando de fazê-lo por receios:
- “Não queiras jogar sozinho, passa mais bola para os teus colegas”
- “ouve o teu seu professor”
- “Hoje faltou-te um pouco de esforço”

Porém, há que ter cuidado para não ser crítico demais, não procurar encontrar sempre o errado.
Será sempre muito mais eficaz se reforçar os êxitos e o empenho que ele tenha tido :
- “Estou muito contente com o teu esforço”;
- “Parabéns, jogás-te muito bem hoje”;
- “Continua assim que chegarás lá”
- “Não te preocupes, na próxima poderás jogar mais tempo e talvez será melhor”.


Não crie expectativas erradas no seu filho, acompanhe gradualmente a sua evolução.
"Pai, não exijas de mim o que eu ainda não posso dar ".

E acima de tudo, lembre-se que o Desporto, seja ele qual fôr, é um meio de enaltecer as virtudes das crianças e jovens."

Sem comentários:

Publicar um comentário